Quinta da Lapa Reserva Tinto

O principal acidente orográfico existente no Tejo é a Serra de Aires e Candeeiros, delimitando o que podemos chamar de Alto e Baixo Tejo e em termos hidrográficos o Rio Tejo, pela sua dimensão e pela sua irregularidade (cheias) continua a condicionar as atividades agrícolas da Região. A vinha, ainda assim, é por norma a cultura menos afetada pelas cheias que ocorrem cada vez com menos frequência, graças à gestão dos caudais feitas pelas diversas barragens.

Quinta da Lapa Reserva Tinto

Tejo - Portugal

25% Touriga Nacional, 25% Merlot, 25% Cabernet Sauvignon e 25% Syrah

14% de álcool

Cor rubi intensa.

Aromas cativantes e bem definidos de fruta madura especiarias e tosta fina.

Na boca é expressivo e sedutor, revelando fruta bem casada e taninos polidos que proporcionam um final longo e elegante