Wente Beyer Ranch Zinfandel

CALIFÓRNIA, ESTADOS UNIDOS

O vinho recebeu este nome em homenagem ao famoso pioneiro americano,

Julius Paul Smith, que fez sua fortuna com a mineração no Death Valley

(Vale da Morte) da Califórnia. O Rancho Beyer historicamente tem sido o melhor local do Vale Livermore para a produção da variedade Zinfandel.

Smith se estabeleceu por lá  onde plantou vinhedos, e onde a Zinfandel encontrou condições excelentes de desenvolvimento.

Tipo: Tinto

Casta(s): 75% Zinfandel, 6% Tempranillo, 6% Petite Sirah, 3% Touriga, 3% Cabernet Sauvignon, 3% Graciano, 2% Malbec e 2% Petit Verdot

Teor Alcoólico: 13,5%

Açúcar: 0,45 g/l  

Acidez total: 6,7 g/l 

PH: 3,48

Vinificação: Cada variedade foi fermentada separadamente em fermentadores de aço inoxidável e foram bombeadas mais de três vezes por dia para maximizar a extração de sabores e cores.

Envelhecimento: 20 meses em barris de carvalho franceses e americanos neutros.

NOTAS DO ENÓLOGO

Visual: Cor rubi escuro.

Aroma: Aromas florais e toques de especiarias, como cravo e canela.

Paladar: Na boca possui corpo médio, acidez equilibrada, sendo muito 
agradável de beber.

Harmonização: Para acompanhar carne vermelha.

Temperatura de Serviço: Entre 16°C a 18°C.