Mathilde Lafleur Bourgogne Pinot Noir

BORGONHA, FRANÇA

A Pinot Noir é considerada a uva mais difícil de cultivar e de difícil adaptação, mas também é considerada como a uva que produz os vinhos mais elegantes do mundo, sem deixar de mencionar que desta uva provém os vinhos com borbulhas mais interessantes do mundo todo, os Champagnes. Esta uva tem uma grande diferenciação com as outras tintas nobres: ela não pode ser misturada com outras uvas tintas (exceto nos Champagnes), já que, como a sua maior virtude é sua sutileza, fazendo parte de um blend ficam ocultadas atrás da opulência e potência das outras uvas tintas. 

Tipo: Tinto

Casta(s): 100% Pinot Noir

Teor Alcoólico: 12,5%

Açúcar: 1 g/l

Acidez Total: 73,1 mEq/l 

PH: 3,52

Vinificação: Colheita em perfeita maturidade (degustação da baía) prensagem direta pneumática e sedimentação estática, fermentação por 2 a 3 semanas a 16° fermentação maloláctica.

Envelhecimento: 3 meses em cubas de inox termorregulado.

NOTAS DO ENÓLOGO

Visual: Cor roxa com reflexos de rubi.

Aroma: Frutos vermelhos e pretos.

Paladar: Na boca, é harmonioso com taninos bem integrados e sabores persistentes.

Harmonização: Com carnes vermelhas e queijos.

Temperatura de Serviço: Entre 14ºC à 15ºC.