Marqués de Castilla Airén

LA MANCHA, ESPANHA

Apesar de ser uma casta pouco conhecida por conta da grande parte de sua produção ser destinada a elaboração de destilados, a casta Airén pode originar vinhos brancos bastante originais e interessantes. Acredita-se que

a cepa é uma das mais antigas utilizada na elaboração de vinhos brancos espanhóis.
Sua maior área de cultivo encontra-se na Espanha, ocupando cerca de 32%

dos vinhedos do país. Sendo uma variedade muito produtiva, a casta branca possui forte resistência a pragas, além de excelente facilidade de adaptação

a climas bastante quentes e secos, características predominantes dos vinhedos

onde a uva encontra-se em maior proporção, na região sul do país espanhol.

Tipo: Branco

Casta(s): 100% Airén

Teor Alcoólico: 11,5%

Açúcar: 4 g/l

Acidez total: 3,47 g/l 

PH: 3,45

Vinificação: Uvas colhidas na forma tradicional, para obter uma seleção

de boa qualidade. Seu processo de produção começa com um esmagamento e desengace suave, causando sangramento do mosto de qualidade superior. O processo de fermentação e o seu controlo ocorre a baixa temperatura,

para o consumo de açúcar ser lento e ter uma maior extração de aromas 
intensificando a qualidades da variedade.

NOTAS DO ENÓLOGO

Visual: Apresenta-se limpo, brilhante e cristalino. A cor dourada pálida

com lágrimas poderosas.

Aroma: A primeira impressão é muito agradável e frutado. Mostra sabores tropicais como banana e abacaxi.

Paladar: Sua entrada é leve e fresca, com acidez equilibrada e redondo.

A sua persistência na boca é alta, notando-se sempre seu sabor frutado.

Harmonização: Recomendado para frutos do mar e peixes leves.

Temperatura de Serviço: Entre 10°C a 12°C.