Gustave Lorentz Réserve Pinot Noir

ALSÁCIA, FRANÇA

A Pinot Noir é considerada a uva mais difícil de cultivar e de difícil adaptação,

mas também é considerada como a uva que produz os vinhos mais elegantes

do mundo, sem deixar de mencionar que desta uva provém os vinhos

com borbulhas mais interessantes do mundo todo, os Champagnes.

Tipo: Tinto

Casta(s): 100% Pinot Noir

Teor Alcoólico: 12,5%

Açúcar: 1,3 g/l

Acidez total: 5,7 g/l 

PH: 3,48

Vinificação: O processo de Desengace da colheita é feito antes de colocar

na cuba por alguns dias para maceração (usando temperatura e controle térmico da fermentação) e início da Fermentação Alcoólica. Puncionamento para extrair cor e aromas.

Envelhecimento: Em cuba de aço inoxidável antes do engarrafamento

com temperatura controlada.

NOTAS DO ENÓLOGO

Visual: Cor vermelha clara.

Aroma: Desenvolve um nariz expressivo de fruta com persistentes aromas

de frutos vermelhos (cereja, groselha, etc.)

Paladar: Na boca, encontramos as frutas vermelhas novamente, é um vinho tinto agradável e fresco.

Harmonização: Parceria com uma vasta gama de pratos, especialmente no horário de verão, de entradas leves, churrasco, charcutaria, queijos leves e gratinado

de frutas leves e vermelhas.

Temperatura de Serviço: Entre 15°C a 17°C.